ciclos, recomeços e algumas macacadas

O inverno chegou antes da hora para nos lembrar que a rotina está de volta.

Nada como um bom clichê para a gente perceber que a realidade bate à porta. Este dia 1º de março começou com uma chuva insistente e temperaturas que não passam dos 20 graus. São as águas de março encerrando o verão que durou a quantidade certa de dias e trouxe tanta coisa boa.

Com a chuva, somos lembrados das obrigações da vida adulta. A mala cheia de roupas sujas das férias ainda está no meio do quarto. As lembranças saltam de lá com as manchas de molho de tomate, dendê, purpurina, cerveja, rum e alguns muitos punhados de areia.

Mas agora é hora de recolher tudo aquilo ali e jogar na máquina, com sabão e amaciante.

Não queremos que algumas marcas desapareçam, mas elas precisam dar lugar para as novas que estão por vir.

A vida é feita de ciclos e a gente tem uma mania doida de inventar novos recomeços a todo instante. E novas datas e novos pontos de partida. Depois do fim do ano teve o fim do carnaval e, agora, o fim das férias. Finalmente, parece que 2016 vai engrenar. Quer dizer, para mim, ele já engrenou há muito tempo. Desde dezembro de 2015, quando fiz minhas promessas, metas e rituais.

E vou dizer, viu? Ele veio com tudo! Lembra que eu estava um pouco cansada da paz que havia pedido em 2015? Pois 2016 já veio com um turbilhão, uma série de reportagens linda sobre São Paulo, novas roomates, novos quadros na parede, novos hábitos de alimentação e as férias. Ah, minhas férias…Foram sete vôos de avião, umas cinco cidades, uma viagem internacional, novas amizades, amor, carnaval, sol  e alguns muitos punhados de areia.

 

Apesar da crise do zica, 2016 tem tudo pra ser massa. Afinal, já começamos com Di Caprio ganhando o Oscar, mostrando que até quem não é brasileiro não desiste nunca. É o ano do macaco, minha gente! O ano de colher o que se plantou, de aproveitar a vida, de fazer acontecer, de ir atrás, de conquistar, de realizar, de se jogar com tudo nas vibes e tal, de ser mais leve. 🙂


Dia desses vi uma frase solta no instagram: “Se você não gosta de recomeçar, pare de desistir”. Fiquei me perguntando: quem não gosta de recomeços, gente? É uma nova chance para fazer diferente, para mudar as metas que fizemos no mês passado, para se arrepender e, logo depois, se permitir mais uma vez. E vamos lembrar que nós nunca recomeçamos do mesmo ponto. Somos sempre diferentes, o rio e o homem, não é mesmo Heráclito?

Mais uma vez: feliz ano novo, aproveitem!

2 thoughts on “ciclos, recomeços e algumas macacadas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s